Credit Photo: Alessandro Bomfim


Depois de passar um bom tempo pensando sobre o assunto, cheguei a conclusão que não vai importar a época da minha vida que eu faça isso, alguns, até dentre aqueles amigos mais próximos acharão um testamento algo beeem macabro... Quando na verdade não é! É apenas um meio de fazer conhecer minha vontade, principalmente na impossibilidade de responder...

"Caso eu não tenha mais condições de dispor sobre os assuntos em relação a minha vida, eu determino: não deverão ser realizados em mim procedimentos para prolongar minha vida se, do ponto de vista médico, houver a certeza de que o processo de minha morte é iminente e qualquer medida para manter-me em vida apenas prolongaria o sofrimento desse processo sem nenhuma possibilidade de um tratamento de sucesso, ou que esses procedimentos causariam a perda irreversível de funções vitais de meu corpo. Nesse caso, acompanhamento e tratamento médicos devem visar aliviar dores, inquentações e medos, mesmo se não se puder excluir a possibilidade de o tratamento das dores encurtem minha vida. Quero morrer com dignidade e em paz e, se for possível, perto de pessoas queridas e em contato diretos com eles, dentro da intimidade de meu lar. Não desejo receber nenhum tipo de assistência religiosa,nem no hospital, em casa, após meu falecimento ou durante o rito fúnebre, continuo ATEU. Aceito, caso essa esteja em conformidade com a lei, qualquer medida no sentido de uma eutanásia, se a cura não for uma possibilidade e o sofrimento se torne demasiadamente penoso. Façam doação do que for possível no meu corpo:orgãos, pele e ossos. Deixo ao seus cuidados essas opções: a) Enterrem-me num caixão bem simples, se possível perto de uma árvore. Ou b) Cremem o que sobrar. Eu ficaria feliz se depois do ritual fúnebre, meus amigos se reunisse em um lugar calmo, comessem um prato vegetariano e bebessem em minha homenagem.

Publico e torno esse testamento público após um reflexão cuidadosa e como manifestação de meu direito à autodeterminação. Não desejo que, numa situação de emergência, seja insinuada uma alteração de minha vontade manifestada através desta. Se mudar de opinião, tomarei as medidas cabíveis para que minha vontade alterada seja expressa de maneira reconhecível."

Acredito que isso sane qualquer dúvida! E que não precisem usar fazer vale esses dizeres cedo demais!



Brinquei com esse blog durante um tempo... Kibei e publiquei coisas minhas, Quem blogar a algum tempo sabe o quando e cansativo blogar com um só , imagine dois.por isso resolvi mudar e centralizar tudo num único projeto.

Assim, agora estou no Dormindo com alfinetes, e sua visita será bem vinda.

BlogBlogs.Com.Br